Quadrinhos devem ser tema do projeto “Histórias que ganham o mundo” de 2018
14/12/2017 - 11h34

Projeto estimula alunos a criarem textos e ilustrações para elaboração de livro. Diretora do projeto revela tema do próximo ano e reforça desejo de renovar parceria com Barueri

O respaldo positivo do projeto “Histórias que ganham o mundo” deve garantir nova edição para 2018. O projeto estimula a criatividade de estudantes de 8 a 12 anos com textos e ilustrações para viabilização de um livro. Responsável pela iniciativa, a Imagini, acerta detalhes para a próxima edição, como afirmou a representante da empresa, a diretora artística Fernanda Araneo Bassani Pace, durante a tarde de autógrafos com alunos participantes do projeto deste ano.

Na oportunidade, ela assegurou a continuidade do trabalho e adiantou qual será o próximo tema. “São projetos que fazemos com carinho. Estamos abertos para receber sugestões de vocês. O projeto provavelmente vai continuar ano que vem, já foi aprovado e o tema será História em Quadrinhos e espero que vocês possam participar e que Barueri receba o nosso projeto”, pediu.

Ela também destacou que, embora o projeto exista há um bom, tempo, a companhia tentou nova abordagem para melhoria da oposta. Fernanda também se ateve à parceria iniciada com a cidade. “Conseguimos várias coisas diferentes e melhoramos o projeto. Sempre que possível tentamos trazer os projetos para Barueri. É uma cidade que sempre acolhe a gente”, acrescentou a diretora artística.

Neste ano, “Histórias que ganham o mundo” teve como tema central “Literaturas de Cordel”. No município, foram selecionados 11 textos e 11 ilustrações. Boa parte dos alunos participantes pertence à unidade Maria Theodora da Fundação Instituto de Educação de Barueri (FIEB). O patrocínio do projeto para 2017 ficou a cargo da companhia de energia Raízen e do Programa de Ação Cultural (ProAc,) da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.