Parceria com IFSP garante quatro novos cursos na UAB Barueri
26/04/2018 - 16h31

Serão cursos de licenciatura em Pedagogia e Técnico em Secretaria Escolar, além de cursos de extensão em Inglês, Espanhol e Assistente Administrativo. O planejamento é que estejam disponíveis para o segundo semestre do ano

20180427_cursos_site

Uma parceria firmada entre o Instituto Federal de São Paulo (IFSP) e a Universidade Aberta do Brasil (UAB) – Polo Barueri, situada na unidade Maria Theodora da FIEB, vai garantir a oferta de novos cursos e ampliar o número de oportunidades para estudantes da região. A partir desse ano serão implantados os cursos de licenciatura em Pedagogia, Técnico em Secretaria Escolar, além dos cursos de extensão – os chamados minicursos – de Inglês, Espanhol e Assistente Administrativo.

O acordo foi selado após visita do professor Bruno Nogueira, Diretor Geral do IFSP – Campus Boituva à sede da FIEB. Ele foi recepcionado pelo superintendente da entidade Luiz Antonio Ribeiro e pelo coordenador do Polo UAB Barueri, professor Edson Cesar Stivalli. Na ocasião, ele teve a oportunidade de conhecer a estrutura da fundação e entender mais sobre a demanda do município e da região para implantação dos cursos. 

O planejamento é que os novos cursos sejam implantados a partir do segundo semestre.  O de licenciatura em Pedagogia terá duração de quatro anos, já o Técnico em Secretaria Escolar deve demandar aproximadamente dois. Ambos serão semipresenciais. Já os de extensão serão completamente à distância, sendo que os de idiomas demandarão 200 horas e o de Assistente Administrativo, 300 horas. Lembrando que os minicursos têm como foco alunos que ainda estudam o Ensino Médio. 

O coordenador do Polo UAB Barueri, professor Edson Cesar Stivalli, reforça que as novidades não serão limitadas somente a moradores do município, e revela que a articulação para essa parceria estava sendo articulada desde 2014. “Teremos licenciatura em Pedagogia e Técnico em Secretaria Escolar. Esse último, por exemplo, é para capacitarmos as secretárias das escolas, tanto da rede como FIEB e quem mais se interessar. É um curso pró-funcionário e conta com estágio obrigatório, com 300 horas de prática supervisionada. A oportunidade será para todos interessados”, comemora o docente.