Musical “O Quebra-Nozes” celebra o fim do ano da FIEB
07/12/2017 - 12h32

Apresentação foi estrelada por alunos do Fundamental I da unidade Maria Theodora. Espetáculo lotou o auditório do Centro de Eventos de Barueri

Uma noite inesquecível para pais, alunos e professores. Assim pode ser classificada a apresentação do musical “O Quebra-Nozes”, estrelado por alunos do Fundamental I (1º ao 5º ano), da unidade Maria Theodora da Fundação Instituto de Educação de Barueri (FIEB). O espetáculo ocorreu no Centro de Eventos de Barueri na noite de quarta-feira, 06, e garantiu auditório completamente lotado.

O evento marcou o encerramento do ano letivo de 2017 e foi dividido em duas apresentações, a primeira às 18h, a segunda, às 20h. O Quebra-Nozes (The Nutcracker no original) de Ruth Artman, foi adaptado e traduzido pela professora Judith Iwamoto e dividido em 14 atos. “O musical é uma maneira festiva de encerrar as atividades das aulas de música do Fundamental I e é realizado há 10 anos. Todos os anos preparamos um musical diferente, muitas vezes com um tema de Natal, mas isso também não é uma regra. É preparado com todos os alunos do fundamental I, que aprendem sobre a obra original. O foco é sempre um canto coral, mas a participação na apresentação final é opcional”, explica Judith.

A trama original aborda uma festa natalina na casa de Fritz e Marie, quando a dupla recebe um boneco quebra-nozes de seu avô. O brinquedo mágico é responsável por uma jornada no mundo dos sonhos envolvendo um conflito épico. A professora explica que o objetivo do musical foi ampliar o repertório musical dos alunos e agregar novos conhecimentos. “No caso do ‘Quebra-Nozes’, a obra original é um balé clássico com música de Tchaikovsky. Os alunos assistiram balé entre as aulas e também algumas adaptações da obra, incluindo desenhos animados”, salienta.

Por fim, Judith revela que o musical foi preparado no início do ano, mas foi a partir do segundo semestre que os ensaios se intensificaram e os figurinos foram preparados. “Nos últimos dias de novembro tivemos ensaios gerais para acertar tudo, foi um trabalho bem intenso e gratificante para todos nós. Os alunos adoraram participar e tenho certeza que os pais ficaram satisfeitos”, acredita.

A produção contou com outros professores da instituição. A coreografia ficou a cargo de Ana Matiko Diniz, a direção de palco foi de Silvia Bezerra e a direção de cenas de Bruno Cesar Barbosa. Patrícia Castiglioni ficou responsável pelo auxílio de palco e Eliete pelos adereços. Os figurinos ficaram sob responsabilidade de Núria e Enue Almança.