Grupo de Teatro da FIEB encerra musical “Mudança de Hábito” com chave de ouro
14/03/2018 - 11h53

Além da apresentação ocorrida na unidade Maria Theodora, a noite também foi de homenagens aos ex-alunos Juliana Kelling e Caio Salay

mudancadehabito_site

Para coroar o musical “Mudança de Hábito” com chave de ouro, o Grupo de Teatro da FIEB promoveu na noite de terça-feira (13) a última apresentação da peça. A exibição do espetáculo ocorreu como forma de inauguração dos novos equipamentos do teatro da unidade Maria Theodora, em Alphaville para convidados. “Mudança de Hábito” foi encenada em quatro outras ocasiões no mês de outubro do ano passado. 

“Estamos inaugurando um equipamento de luz, cortinas e palco de coxia que recebemos e também estamos fazendo em agradecimento ao serviço dos alunos porque a peça encerra hoje. Vamos entrar com “Wicked”, a nova peça. Mas o principal motivo é de estarmos fazendo isso hoje é para inaugurar o equipamento recebemos dessa nova gestão”, reforça o professor e diretor do espetáculo, Marco Vianna. A condução do musical também conta com participação do ex-aluno Maurício Fiori Júnior. 

Segundo o professor, os novos equipamentos permitem efeitos que vão contribuir de forma significativa para a apresentação de peças teatrais. Ele adianta também que seu grupo já trabalha na produção de “Wicked” com previsão de estreia em meados do segundo semestre deste ano, com data a ser confirmada. 

Considerada um sucesso pelo público que prestigiou o trabalho, “Mudança de Hábito” foi exibida no Centro de Eventos no Centro de Eventos de Barueri em 23 e 24 de outubro de 2017. No Teatro Municipal ela foi disponibilizada no dia 25 do mesmo mês. Por fim, um trecho da apresentação foi encenado em 31 de outubro como parte da campanha “Outubro Rosa” com a execução da canção “I will follow him”.

Homenagens aos atores Juliana Kelling e Caio Salay
A celebração também foi marcada pelas presenças e homenagens mais do que especiais a dois ex-alunos que se aprofundaram nas artes cênicas. No caso, a atriz da Rede Record, Juliana Kelling, que atuou em produções como “Os 10 Mandamentos” e “O Rico e Lázaro”. Também prestigiando o evento estava Caio Salay, cuja especialização está no teatro. Ele participou de peças como “Urinal, o Musical” e “Chovendo na Roseira”. 

Os profissionais também puderam deixar algumas palavras de incentivo ao público e aos atores da peça. Juliana, por exemplo, estimulou os estudos. “Eu já era apaixonada pelo teatro e sabia que era isso que eu sabia da vida. É o que sempre amei, busquei e lutei por isso. Hoje moro no Rio de Janeiro, consegui entrar na Record para os 10 Mandamentos, mas foi uma luta, fiz muito teatro e muitos cursos para se profissionalizar”, contou. 

No caso de Salay, ele relatou que aprendeu o ofício a custo de muito suor. Ele lembrou também que o primeiro espetáculo que escreveu e dirigiu foi na justamente na FIEB. “Sintam-se privilegiados por ter uma estrutura dessa e por ter um teatro porque toda escola que pensa e conserva um teatro, não está de brincadeira. Parabéns à nova direção da FIEB”, encerrou.