Escola Dagmar realiza exposição em prol do Maio Amarelo
19/06/2017 - 17h00

Escola Dagmar realiza exposição em prol do Maio Amarelo

O mês de maio é marcado pela ação que chama a atenção da sociedade quanto o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Trata-se do Maio Amarelo.

Ações coordenadas em todo o Brasil foram realizadas com o intuito de colocar em pauta a segurança viária. De acordo com um estudo feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2009 houve cerca de 1,3 milhão de mortes em 178 países causadas por acidentes de trânsito. Isso significa três mil vidas perdidas por dia em ruas e estradas, sendo a 9ª maior causa de mortes no mundo. 

Se nada for feito, devem morrer 1,9 milhão de pessoas no trânsito em 2020, segundo estimativas da OMS. Só o Brasil é o 5º país recordista em mortes dessa natureza. 

O tema não passou em branco na EEFMT Profª. Dagmar Ribas Trindade, mantida pela Fundação Instituto de Educação de Barueri (FIEB). Os esforços voltados à conscientização dos alunos, funcionários e familiares resultaram em uma exposição bastante impactante. Ela aconteceu no dia 27 de maio, aproveitando a reunião de pais realizada na unidade.

Cartazes com todo tipo de orientação, placas, sinalizações, vídeos e outros recursos foram utilizados para chamar a atenção de todos. Havia até um percurso em tamanho real simulando regras de trânsito, semáforos etc. logo na entrada da escola. 

A iniciativa foi dos professores Marcia Carvalho dos Santos e Marcelo Donizete de Barros, e envolveu alunos do Ensino Fundamental 1 e 2. Eles abordaram temas como diálogo e respeito, solidariedade e generosidade, normas de segurança, regras e conscientização no trânsito. 

De acordo com a escola, a proposta foi conscientizar sobre as questões morais e éticas que envolvem o trânsito brasileiro.  Para tanto, ressaltaram pontos como a humanização e a solidariedade.

Um texto que aborda o chamado jeitinho brasileiro, trabalhado durante as aulas de Filosofia, fomentou um debate sobre ações imorais e quebra de regras que inflam as estatísticas, já que os alunos concluíram que “tais índices denotam uma sociedade violenta e individualista em sua prática cotidiana”. 

Sobre o Maio Amarelo

Em maio de 2010 uma resolução da Assembleia-Geral das Nações Unidas definiu o período de 2011 a 2020 como sendo a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi baseado em um estudo da OMS que levantou números alarmantes de mortes e acidentes de trânsito no mundo. Desde então, poder público e sociedade civil estão comprometidos a realizar campanhas de conscientização para diminuir essa triste realidade.