Cursos técnicos são saídas inteligentes em épocas de crise
04/05/2017 - 09h33

Barueri oferece 20 cursos técnicos gratuitos por meio do ITB. Há opções nas áreas de Saúde, Gestão, TI e muito mais. As inscrições para o Vestibulinho de meio de ano estão abertas

Conseguir um lugar ao sol no mercado de trabalho sempre foi um desafio. Com a crise que o Brasil enfrenta, esse desafio tornou-se ainda maior. No trimestre que encerrou agora em março, a taxa de desemprego atingiu novo recorde: 13,7%, segundo a PNAD Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São 14,2 milhões de brasileiros sem ocupação. 

Investir em educação é uma das saídas para contornar tal situação, afinal, nesses períodos acirram-se as buscas por mão de obra qualificada. O mercado foca em profissionais com competências específicas. 

É nessa hora que os cursos técnicos / profissionalizantes podem fazer a diferença. Eles beneficiam desde os mais jovens, mirando o mercado de trabalho pela primeira vez, até pessoas mais velhas que tenham interesse em mudar de profissão ou se aprofundar em determinada área. 

Uma pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em 2014, mostrou que mais de 70% de ex-alunos de cursos técnicos de nível médio conquistam emprego já no primeiro ano após terminarem o curso.  Conforme o estudo, 90% dos entrevistados concordaram que quem faz ensino técnico tem mais oportunidades no mercado de trabalho, enquanto 82% afirmam que esses mesmos profissionais têm salários maiores.

Primeiro emprego

Para os jovens que estão mirando o primeiro emprego, investir em um curso técnico também é uma ótima saída. Para 76% dos que frequentam, já frequentaram ou pretendem frequentar um curso profissionalizante, esse tipo de diploma é considerado essencial para ingressar no mercado de trabalho com mais rapidez. 

Os dados foram obtidos por meio do estudo “Os Jovens, a Educação e o Ensino Médio”, encomendada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), publicado em novembro de 2016. 

De acordo com o Coordenador da Educação Técnica Profissionalizante da Fundação Instituto de Educação de Barueri (FIEB), Prof. Fabrício Botelho, esses cursos representam o caminho para o aprimoramento da produção técnica e científica nacional.  

“Se um dos maiores desafios hoje no mercado é encontrar pessoas proativas, competentes, empreendedoras, conscientes e qualificadas, o ensino técnico está aí para preparar estas pessoas, criando condições para o preenchimento das vagas disponíveis”, garante Fabrício.

Para o professor, “a Educação Técnica Profissionalizante é o caminho para o aprimoramento da produção técnica e científica nacional. Não melhora apenas a vida da família. Em larga escala, constrói e ajuda a desenvolver verdadeiramente um país. E se essa história for bem escrita, estaremos muito menos propensos a períodos de crise. Não há investimento que traga um retorno maior para a sociedade e que tenha tamanho potencial de transformação”. 

Solução à vista

A boa notícia é que existem ótimas opções em cursos técnicos totalmente gratuitos. Em Barueri, por exemplo, há mais de 20 anos existe o Instituto Técnico de Barueri (ITB), mantido pela FIEB. Ele oferece 20 cursos técnicos de nível médio distribuídos em seis unidades escolares. Para ingressar, basta se submeter ao processo seletivo, realizado no meio e no final do ano. 

Administração, Análises Clínicas, Contabilidade, Design de Interiores, Edificações, Eletroeletrônica, Enfermagem, Farmácia, Informática, Informática para Internet, Logística, Manutenção e Suporte, Publicidade, Química, Recursos Humanos, Redes de Computadores, Secretariado, Segurança do Trabalho, Serviços Públicos e Telecomunicações são os cursos oferecidos pelo ITB. 

ITB está com inscrições abertas

Para quem se interessou em investir na carreira, as inscrições para o Vestibulinho do ITB / FIEB para este segundo semestre de 2017 estão abertas até as 16h do dia 24 de maio. A prova será aplicada em 4 de junho. Há vagas para os 20 cursos técnicos do ITB e também para o Curso Pré-Vestibular (CPV).

A inscrição é realizada on-line, pelo site www.vestibulinho.fieb.edu.br, onde estão disponíveis todas as informações do processo seletivo. É cobrada uma taxa no valor de R$40. Os cursos ocorrem à noite e têm duração de um ano e meio. Há opções nas formas concomitante (para quem está na 2ª ou 3ª série do Ensino Médio durante o dia e queira fazer ITB à noite) e subsequente (para quem já concluiu o Ensino Médio). 

A FIEB  também disponibiliza postos de atendimento presencial de segunda a sexta no Ganha Tempo Municipal, das 8h às 17h, nas unidades do ITB, das 7h às 19h, e no CPV, das 16h às 21h.