CPV promove confraternização com alunos aprovados em vestibulares
05/03/2018 - 13h47

Estudantes do Curso Preparatório para Vestibulares de 2017 que conquistaram vagas para as universidades mais renomadas do país foram homenageados

confraternizacaocpv_site

Todo esforço e desempenho dos alunos do Curso Preparatório para Vestibulares (CPV) que conquistaram vagas em universidades públicas e particulares renomadas foi o principal motivo para a confraternização realizada no último sábado, 03 de março. O almoço especial com cerca de 50 ex-estudantes que frequentaram o CPV em 2017 foi oferecido na escola Maria Theodora da FIEB, unidade sede do curso. 

No total, foram 280 aprovados, muitos os quais já se preparam para as novas etapas de suas vidas. Entre eles está Jessica Tamires Silva Brito, que passou em quatro vestibulares e irá cursar Engenharia Civil pela USP. Mas ela já era prata da casa, cursou o Técnico em Administração na unidade Prof. Munir José, no Jardim Paulista. Jessica conta que o CPV foi fundamental para adquirir excelentes resultados. 

“Até procurei por cursinho particular, mas é bem caro, mesmo com bolsa, eles não dão 100%. Os professores comentaram que na FIEB tem um cursinho muito bom, que era preciso fazer a prova para passar, que os professores são muito bons e empenhados. Falei: ‘Ok, vou tentar’. Prestei a prova no final de 2016 para fazer o extensivo à noite, aí passei, e já nos primeiros dias de aula gostei bastante porque os professores estão sempre muito empenhados, são bastante amigos e dão um incentivo legal”, relata. 

Assim como Jéssica, Miguel Nunes Ferreira também foi aprovado em mais de um vestibular, como UNICAMP, UNESP, UFSP, mas optou por Engenharia Elétrica na USP. Como ex-aluno em Técnico em Eletroeletrônica do ITB da unidade do Jardim Belval, reconhece que sem o CPV, a empreitada nos estudos seria muito mais complicada. “Sem o CPV eu provavelmente não conseguiria. Temos estrutura, temos professores que ajudam muito, uma administração muito boa e o CPV dá uma direção. Eu ficaria meio perdido sem esse cursinho preparatório. O curso deu uma direção para alcançar meu objetivo”, declarou. 

Por outro lado, Felipe Castro de Noronha prestou um único vestibular, no caso, para fazer Ciências da Computação na USP. A exemplo do colega Miguel, também estudou na unidade do Jardim Belval, porém, cursou Informática. Ele acrescenta que o CPV teve papel essencial para seu sucesso e cita o suporte recebido pelos profissionais. “Teve toda a importância, com os professores, o apoio, o método de ensino deles ajudou bastante. Também depende muito de a gente estudar em casa, mas com os professores ajudando e explicando para a gente, foi muito importante”, frisa. 

Crescimento do CPV

Coordenadora do CPV, Cristiane Câmara salienta o crescimento do curso e sua evolução. “Tivemos um crescimento na quantidade de alunos de 2016 para 2017, eram 155 aprovados, agora são 280 que já foram confirmados entre faculdades particulares e públicas, mas a maioria esmagadora, de faculdades públicas. São cerca de 30 particulares, o restante, de públicas. Entre USP, UNESP, UNICAMP são 70 alunos ingressados”, informou. 

Segundo ela, a confraternização oferecida no último sábado é um reconhecimento não apenas pelo esforço dos estudantes, mas por toda a equipe envolvida com o CPV. “Esse evento também coroa o bom trabalho da equipe do CPV que trabalhou muito. Mudamos de prédio, de ambiente, tivemos pouco tempo para nos adequarmos à situação e não deixamos a peteca cair. Além disso, os alunos também deram o sangue o ano todo”, comemora. 

Já para 2018, foram matriculados 635 alunos no CPV, sendo que 320 participam do intensivo nos sábados, e outros 315 no extensivo, aplicado durante a semana. No total, 18 professores vão ministrar. O Curso Preparatório para Vestibulares ficou a cargo da FIEB em 2014.