Aluna da FIEB-ITB é selecionada para estudar no exterior
09/11/2017 - 09h46

Aluna do Curso Técnico em Edificações da FIEB-ITB na unidade Belval, Louise Ferreira Silva, de 16 anos, foi selecionada para participar do programa Together for Development disponibilizado pela United World College (UWC), entidade internacional sem fins lucrativos composta por quinze colégios. Ela desembarca no país africano de Suazilândia no período entre 29 de dezembro e 13 de janeiro de 2018.

O reconhecimento veio após a realização do projeto “Respeito não tem preço”, disponível no formato de livro na biblioteca da unidade. A proposta foi parte da chamada “Semana de Liberdade e Alteridade”, a qual abordou temas polêmicos como racismo, bullying, direitos LGBT, entre outros. Para ingressar no programa da UWC, além desse material e de seus resultados, Louise apresentou suas notas do Ensino Médio e carta de recomendação. “Durante o ano, pedimos a nossos amigos e colegas que enviassem relatos sobre qualquer tipo de discriminação ou preconceito que já haviam sofrido, no intuito de conscientizar os outros jovens ao nosso redor de que todo relacionamento deve ter como base o respeito”, explica a estudante. O programa abrange jovens de várias partes do mundo, sendo que das 60 vagas disponibilizadas, 30 são destinadas para africanos.

A vontade de estudar no exterior sempre foi uma de suas metas. Para o futuro, ela almeja fazer faculdade em outro país e acredita que o programa será um impulso na realização de seu sonho. No curso disponibilizado na Suazilândia serão tratadas questões como desenvolvimento internacional, educação, conflitos, saúde da mulher, entre outros pontos. “A sensação de ser selecionada foi um foi um sentimento tão incrível de um - de vários - sonhos realizados, não consigo explicar, é como o amor, a gente sente, mas não sabe explicar, de tão bom que é. A sensação foi tão boa, igual quando eu recebi a notícia de que entrei no ITB através da prova, só queria naquele momento contar para todo mundo que passaria a virada do ano na Suazilândia”, comemora Louise.