Ações Sociais marcam fim de ano em unidade da FIEB
30/11/2017 - 16h44

Projeto contou com arrecadação de alimentos, visitas à comunidade indígena e conversas de idosos com estudantes da unidade Dagmar

Gestos de solidariedade movimentaram a semana das turmas do Fundamental I, II e do Ensino Médio da unidade Dagmar da Fundação Instituto de Educação de Barueri (FIEB). Na segunda-feira, 27 de novembro, foi iniciado o projeto “Ações Voluntárias”, que contou com diversas atividades na área social. O primeiro passo envolveu uma campanha de arrecadação de alimentos, brinquedos e roupas. Todo material será destinado para a comunidade indígena da Aldeia Ytu, além da ONG Grupo Vida Brasil e da Associação da Luta Contra o Câncer e Apoio à Família (ALCCAF), ambas situadas no município.

A arrecadação está marcada para até 11 de dezembro e pode ser estendida até dia 15, como ressalta a professora Marcia dos Santos, idealizadora do projeto. Além dessa ação, estudantes tiveram a oportunidade de conferir pessoalmente a situação da comunidade indígena localizada próxima ao Pico do Jaraguá na terça-feira, 28. As atividades também proporcionaram uma apresentação do coral de crianças Guarani e danças típicas. A tribo, que vive em condições precárias, corre o risco de ter que deixar o local devido a um pedido de reintegração de posse.

A última ação aconteceu na quarta-feira, 29, e foi marcada pela visita de integrantes da ONG Grupo Vida Brasil. No dia, alunos no 7º ano tiveram a chance de participar de rodas de conversas com cerca de 20 idosos atendidos pela entidade com o serviço de acolhimento. No final, todos participaram de um lanche coletivo e foram presenteados pelos alunos. Para a professora Márcia dos Santos, a aprendizagem deste ano foi muito mais significativa. “Eles interagem e passam a buscar coisas que antes não se interessavam. Por exemplo, quando a gente foi à aldeia, senti que depois da palestra do cacique e da conversa, eles vão buscar informações que a mídia não traz. Sinto também que eles vão ter um olhar diferente para os idosos, até os que estão nas casas deles porque vou conversar com eles sobre isso nas próximas semanas. Não é só olhar para o idoso que vem de fora, mas também para o que está dentro de casa, que muitas vezes, não é visto. A ideia é que a aprendizagem passe da teoria para a prática e vire ação social e concreta”, explica. Conheça o trabalho das entidades Grupo Vida Brasil: www.grupovidabrasil.org.br Associação da Luta Contra o Câncer e Apoio à Família: http://associacao-da-luta-contra-o-cancer-e-apoio-a-familia91.webnode.com/